sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

As Quatro Ciências

| No comment
Imagem

E ai galera, tudo bem com vocês? Aqui estou eu, novamente, escrevendo mais um post no OJC. Esse será o primeiro post da seção “Vc + Namoro”. Primeiro eu gostaria de confessar que, pra mim, é bastante estranho escrever nessa seção, já que, eu nunca namorei. Contundo, através do conhecimento da palavra e da graça de Deus serei capaz de deixar, aqui, uma mensagem edificante para vocês.

A inspiração para este post veio de um vídeo. Nele, o autor nos ensina a respeito das Quatro Ciências do Amor reveladas em Jesus, que são quatro fatores fundamentais que devemos dominar para conseguirmos estabelecer relacionamentos saudáveis e duradouros.

O título do vídeo é “Amante” e o autor é o Ed René Kivitz.  Através desse “Talmidim”(título dos seus vídeos), ele aponta Jesus como o Amante perfeito, e O usando como exemplo, ele nos ensina sobre esses Quatro fundamentos.

Sem mais delongas... Assistam o Talmidim e tentem assimilar essas Quatro Ciências que nos ajudarão a amadurecer no aspecto relacional e afetivo.


Como vocês puderam ver, existem quatro ciências do amor.

Conhecer a si mesmo
Tem pessoas que juram amor à outra sem conhecerem a si mesmas. O autor aponta os amores da imaturidade, onde alguém promete amar o outro sem possuir uma personalidade consolidada. Após um tempo de convivência essa pessoa começa a si “entender”; a conhecer os seus limites, seus gostos, suas aversões e seus complexos e percebe que jamais combinaria com o indivíduo que desejava.

Conhecer a pessoa desejada
Existem indivíduos que se apaixonam por um sonho, por uma fantasia ou por uma irrealidade. Depois de o relacionamento ser estabelecido e a realidade ser conhecida, a frustração é imediata, pois é simplesmente impossível satisfazer todas as projeções e desejos de um ser humano.

Conhecer o amor
Amor não é atração ou desejo. Amor não é paixão, ciúmes ou possessão. Amor é simplesmente isso:

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.1 Coríntios 13:4-8

Conhecer o fim que se chega amando
O amor é uma dádiva unilateral. O fim do amor não é ser amado de volta. O fim do amor é a alegria e a satisfação do outro.

Eu espero que esse vídeo tenha edificado vocês, assim como me edificou. Fiquem com Deus!
Samuel Yohei
Categorias :

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar você pode usar sua conta Google (mesma do Orkut e do Gmail). Caso ainda não tenha uma conta Google, escolha "Nome/URL" e simplesmente coloque o seu nome. Se você não tiver um site, blog ou orkut deixe o campo "URL" em branco e manda ver!