segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

O Quanto o Orgulho nos Atrapalha na Vida Cristã (Teatro)

| No comment
ImagemOlá irmãos, paz do Senhor Jesus! Vocês se lembram do post "O Quanto o Orgulho nos Atrapalha na Vida Cristã"? (Se vc ainda não leu, clique aqui). Pois então, uma leitora do OJC teve a idéia abençoada de transformá-lo em um teatro! Quando eu li pude ter uma idéia bem legal e mais clara sobre o que o Senhor queria nos ensinar através desse post! Leia o texto a seguir e se sinta livre para usá-lo nas reuniões de suas igrejas, desde que seja, é claro, para a glória do Senhor =).

Teatro – O quanto o orgulho atrapalha na vida cristã
(Autoria: Marina Alves Coelho Silva)


Essa é a história de um jovem obediente à palavra de Deus, e muito dedicado a sua obra, ele é um exemplo aos jovens da sua igreja, e por isso seus amigos o admiram muito e sempre o elogiam pelo que ele faz. Logo ele passa a se preocupar muito com a sua imagem diante os seus amigos e o orgulho encontra lugar no seu coração. O tempo passa e esse jovem se percebe afastado de Deus não consegue mais ser tão fervoroso como antes. Onde está o erro?

Narrador-personagem: Pedro é um jovem muito dedicado a obra de Deus, se preocupa em estar em todas as reuniões de oração não perde um culto, lê a bíblia todos os dias, é um exemplo na sua igreja, e por isso os seus amigos o admiram muito e sempre o elogiam pelo que ele faz....

Cena 1: Bruno passando pela rua e encontra Pedro
Bruno: E aí Pedrão tudo bem? Fiquei sabendo que você perdoou o André?
Pedro: Perdoei cara eu não podia ficar com aquilo dentro de mim todo aquele ódio estava me deixando louco cara, aquilo não estava me fazendo bem.
Bruno: Mas Pedro, o que ele fez com você era imperdoável, ele traiu sua amizade.
Pedro: Eu sei Bruno, talvez eu demore a confiar nele como antes, mas eu precisava perdoá-lo.
Bruno: Ah, para né cara, você não deveria confiar nele nunca mais.
Pedro: Não fala assim cara.
Bruno: Eu se estivesse no seu lugar não olhava mais na cara dele, mas já que você perdoou né....quer saber de uma coisa Pedro?  Você tá certo, mas eu não conseguiria.
Pedro: Que isso cara, é difícil, mas eu sei que você conseguiria.
Bruno: Pedrão, te admiro viu, parabéns cara, são poucos que conseguem fazer as coisas que você faz.
Pedro: Valeu cara até mais tarde.
Bruno: Tchau, até mais.
Saem de cena.

Cena 2: A noite após o culto Pedro encontra alguns amigos e começam a conversar.


Ana e Paula: Oi Pedro.
Pedro: Oi, meninas, tudo bem?
Ana e Paula: Tudo bem.
Ana: fiquei sabendo que você vai fazer curso de teologia esse ano.
Pedro: É vou sim, Ana, já tem um tempo que eu estava querendo.
Paula: Nossa, mas isso não vai atrapalhar sua faculdade? Você já estuda tanto e ainda vai ter que ler a bíblia quase todos os dias, deve ser muito difícil.
Pedro: Não vai me atrapalhar em nada, até porque já leio a bíblia todos os dias mesmo.
Ana e Paula: Sério?
Ana: Nossa, mas como você consegue? Eu acho tão difícil, aquelas histórias são tão chatas.
Paula: Meus parabéns Pedro você é o Cara! Talvez um dia eu também consiga ler a bíblia todos os dias.
Ana: É Pedro, tô admirada, mas eu não quero ser muiiiiiito crente não, quero menos que isso, então eu vou tentar ler a bíblia umas duas vezes por semana, só um ou dois versículos bem rapidinho e eu acho que já tá bom!
Pedro: Eu faço o que posso meninas.
Ana: Já vamos indo Pedro, mais uma vez meus Parabéns.
Paula: É Pedro, você é o cara.
Pedro: Obrigado meninas.
Ana e Paula: Tchau Pedro.
Pedro: Tchau meninas.
Ana e Paula saem de cena, Pedro começa a olhar pra si mesmo e diz:
Pedro: É, Eu sou o cara!
Sai de cena

Narrador-personagem: Algum tempo se passou e Pedro só recebia elogios por sua conduta cristã, e cada vez mais Pedro se afundava no seu EGO, então Pedro estava cada vez mais interessado em manter a sua imagem de “Cristão”, mas estava se esquecendo do seu relacionamento com Deus.  Agora Pedro buscava a Deus não por sentir prazer em sua presença, mas pra manter um status na igreja, afinal ele não podia fazer feio diante dos amigos. Tudo isso estava afastando Pedro do que antes era sua prioridade, Pedro não conseguia mais organizar seu tempo e quanto mais buscava a Deus, mais se sentia longe. A verdade é que Deus conhecia a intenção do coração de Pedro, a glória já não era mais de Deus e sim de Pedro, e uma amiga de Pedro estava percebendo isso....

Pedro encontra Gabi na igreja.

Gabi: Oi, Pedro. Tudo bem com você?
Pedro: Sim Gabi, por quê?
Gabi: É porque não te vejo mais nas reuniões de oração, achei que algo tivesse acontecido.
Pedro: Sabe o que é Gabi, tá meio difícil pra mim sabe, eu tô fazendo muita coisa meu tempo tá meio curto, aí tive que abrir mão de algumas coisas.
Gabi: Que chato heim Pedro, mas você tem certeza que não dá pra voltar, você não poderia abrir mão de outras coisas menos importantes.
Pedro: Que isso Gabi, você acha que eu fico perdendo meu tempo? O que você quer dizer com isso?
Gabi: Não Pedro, não é nada disso, mas é porque você sempre fez muita coisa e não deixava nada atrapalhar seu tempo com Deus, mas agora....
Pedro: Você acha que é fácil Gabi, manter isso, está em tudo que a igreja promove? Ser líder não é fácil viu!
Gabi: Pedro eu sei, só estou dizendo isso porque acho que você está diferente, parece mais preocupado com sua imagem diante dos seus amigos do que com o que Deus quer de você.
Pedro: Como assim Gabi?
Gabi: Você sabe do que eu estou falando.
Pedro: Mas....
Gabi: Olha Pedro eu tenho que ir agora

Gabi sai e logo em seguida Bruno, Ana, Juliana e Paula entram em cena.

Bruno: Oi Pedro, beleza cara?
Pedro: Oi Bruno, oi meninas.
Ana, Juliana e Paula: Oi.
Bruno: E aí, cara, aquele dia eu não pude te falar, mas, cara, você pregou muito bem. Viu meninas quando eu digo que o Pedro é o cara, eu não tô exagerando.
Ana: É verdade, eu sei disso, tá até fazendo teologia.
Paula: Parabéns Pedro.
Pedro: Obrigado galera, eu faço o que posso, e não é fácil.
Bruno: É nós sabemos.
Bruno: A Juliana também é muito dedicada né galera.
Juliana: Olha galera, não quero que vocês fiquem chateados com o que vou dizer.
Paula: Pode falar Jú, o que foi?
Juliana: Pedro eu tenho visto sua dedicação na obra, e também tenho visto o quanto as pessoas te elogiam. Mas galera isso que eu e o Pedro fazemos é o básico. Eu só faço o que o Senhor manda e isso é o básico, é obediência, algo que vocês também no mínimo devem ter pra ser um servo de Deus, quem não lê a bíblia e não busca Deus em oração tem alguma coisa errada com a sua vida, galera abre o olho.
Pedro: Que isso Juliana?
Juliana: É isso mesmo Pedro, eu falo porque também já passei por isso, receber elogios é bom, e muito difícil lutar contra isso, mas temos que tomar cuidado, senão acabamos ficando orgulhosos e passamos a fazer a obra de Deus não pra Ele, mas pra manter um status na igreja. E isso nos afasta de Deus.
Paula: Nossa Juliana, mas são só elogios....
Juliana: Não Paula você está errada. Não são só elogios. A palavra de Deus é bem clara em Lucas 17, não fazemos mais que a nossa obrigação. Você acha que minha mãe deveria me dar os parabéns e um presente toda vez que eu a ajudasse a arrumar a casa? Não, eu não faço mais que a minha obrigação. E assim também é na obra de Deus, vocês acham que Pedro é “O Cara”, mas Deus não o vê assim, pra Deus Pedro é apenas um servo que obedece a sua palavra nada mais que isso.
Pedro: Nossa Juliana, você está certa. Perdoar quem me fez mal e ler a palavra de Deus é básico, não faço mais que minha obrigação como servo de Deus.  Eu tenho me sentido tão mal por isso, ultimamente sinto que quanto mais busco a Deus mais longe Ele está.
Juliana: Eu sei muito bem o que é isso Pedro, Deus conhece a motivação do nosso coração e Ele viu que você estava dando espaço para o orgulho no seu coração, e então Ele não tinha mais espaço. E quando Deus se afasta tudo fica mais difícil e começamos a nos cobrar e exigir muito de nós mesmos quando na verdade Deus não quer isso.
Pedro: Juliana, como eu saio dessa então?  Eu não suporto mais me cobrar tanto.
Juliana: A primeira coisa é se arrepender e pedir perdão a Deus. E depois, não ouça elogios que te passam a idéia de que você é um ser humano que faz mais do que deveria. Deus não pensa isso de você! Não ouça os elogios de um povo faminto pela realidade de Deus e que ainda vê as coisas de um jeito distorcido. Ouça o que Jesus diz: “somos servos inúteis que só obedecem, e obediência é algo básico para alguém ser um servo”.
Bruno: Nossa Juliana, tô me sentindo tão mal, por não fazer nem o básico.
Ana: Eu também, hoje mesmo eu preciso mudar isso, não quero ser pior que um servo inútil.
Paula: Eu vou fazer o mesmo Ana, obrigado Jú, tenho certeza que Deus te usou para abrir os nossos olhos.
Pedro: Concerteza, eu não tenho dúvidas disso, muito obrigado, eu louvo a Deus por ter te usado.
Juliana: Aprendeu rápido Pedro.
 A cena continua e logo as personagens saem quando o narrador personagem entra.

Narrador-personagem: Quero que vocês pensem sobre isso na vida de vocês. Vocês querem ser grandes pregadores, cantores, ministros? Para que?  Pra ter um status de "crente demais" diante de pessoas pobres de espírito, que não sabem julgar isso conforme a realidade? Nesse caso você e o seu ego são o centro. Ou para que pessoas sejam alcançadas e transformadas pela mesma verdade que você tem encontrado e transformado a sua vida? Nesta visão o centro é o Senhor, a Sua obra, os seus irmãos e a vida deles com Deus.  Que a gente renove as nossas mentes nos conceitos de Deus pra termos uma vida espiritual que agrade mais a Deus!




Muito legal né irmãos? Como eu disse acima, o uso desse teatro é permitido e incentivado! Desde que seja para a Glória do Senhor que nos chamou e capacitou. Se você apresentar esse teatro, nos faça saber! Entre em contato e nos diga como foi e tal =)!

Tenham todos uma semana abençoada, cheia do Espírito Santo e de comunhão com Jesus!
Que Deus abençoe!
Kayo Henrique (SDJCRR).
Categorias :

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar você pode usar sua conta Google (mesma do Orkut e do Gmail). Caso ainda não tenha uma conta Google, escolha "Nome/URL" e simplesmente coloque o seu nome. Se você não tiver um site, blog ou orkut deixe o campo "URL" em branco e manda ver!